CEMO na Imprensa

 
Relações Moçambique-Japão mais fortes
 
O apoio governamental japonês a África cresceu 30% nos últimos 6 anos, e Moçambique faz parte dos países que recebeu esta ajuda. Segundo o embaixador japonês em Moçambique, Susume Segawa, os laços de cooperação nipónico-moçambicanos estã cada vez mais fortes. Japão é um dos países, ainda que de forma incipiente, tem contribuído para o desenvolvimento das economias dos países africanos. Neste contexto, no último quinquenio, a ajuda nipónica destinada a África triplicou, destacando-se a cooperação nos domínios da educação e económico. Leia mais no Jornal O País

Moçambique e Tanzânia: Relações diplomáticas em debate no Maputo

A PONTE da Unidade, construída sobre o Rio Rovuma no âmbito das relações de irmandade entre Moçambique e Tanzania, simboliza uma nova fase da diplomacia entre os dois países e Estados, defendeu há dias o Alto Comissário da República Unida da Tanzania, Pastor Ngaiza. O alto comissário da Tanzania em Moçambique falava na sede do Sindicato Nacional de Jornalistas (SNJ), durante uma palestra organizada pelo Centro de Estudos Moçambicanos e Internacionais (CEMO) no âmbito do “Café Diplomático”, uma iniciativa desta instituição de pesquisa que tem em vista analisar com representantes do corpo diplomático acreditado em Moçambique as relações com o país. Leia mais no Jornal Noticias
 
No âmbito do AGOA: Exportações moçambicanas para EUA perto de 40 milhões USD
 
AS exportações moçambicanas para o mercado dos Estados Unidos da América (EUA) estiveram próximas dos 40 milhões de dólares, em 2009, representando uma evolução considerável face a 2001, altura em que ficaram apenas nos sete milhões. Esta evolução deve-se, em grande medida, ao impacto do AGOA (African Growth and Opportunity Act), uma iniciativa preferencial do Governo norte-americano ao abrigo da qual países africanos podem exportar para o mercado dos EUA sem quaisquer taxas. Leia mais no Jornal Noticias